Pedro Elias é reeleito Corregedor-Geral para biênio 2016-2018

Pedro Elias, corregedor-geral reeleito e, ao fundo, o painel eletrônico da votação.

Pedro Elias Erthal Sanglard foi reeleito, nesta sexta-feira (16/06), pelo Colégio de Procuradores de Justiça, para mais um biênio à frente da Corregedoria-Geral do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ). O resultado do pleito, o primeiro realizado por meio eletrônico no Parquet Fluminense, saiu três minutos após o encerramento da votação.
 
Dos 192 procuradores de Justiça aptos a participar do certame, 166 compareceram às urnas eletrônicas instaladas na sala de sessões dos Órgãos Colegiados. Candidato único, Pedro Elias obteve 161 votos (houve dois em branco e três nulos). O sufrágio foi iniciado às 10h e encerrado pontualmente às 17h, pela presidente da Mesa Receptora e Apuradora, procuradora de Justiça Maria Cristina Palhares dos Anjos Tellechea, que foi auxiliada pelos procuradores de Justiça Antonio Carlos Coelho dos Santos, Adolfo Borges Filho, Walberto Fernandes de Lima e Sávio Renato Bittencourt Soares Silva.
 

Mapa com resultado final: 2 minutos e 57 segundos depois.

O novo sistema eleitoral eletrônico foi desenvolvido pelo MPRJ e será utilizado em todas as eleições da instituição. Ele permite acompanhar em tempo real quantos eleitores já votaram e quanto tempo falta para encerrar a votação. A autenticação da identidade do eleitor é efetuada por meio do Sistema de Controle de Acesso (SCA) e um comprovante eleitoral é enviado para o e-mail do eleitor, após finalizado o voto. Encerrada a votação, são gerados relatórios de candidatos, de eleitores e de apuração e, em seguida, é anunciado o resultado.
 
Pedro Elias é membro do MPRJ desde 30 de outubro de 1986 e foi promovido a procurador de Justiça em 2001. É mestre em Ciências Ambientais pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e especialista em Direito Ambiental pelo Instituto Superior do Ministério Público (ISMP). Foi também membro do Conselho Penitenciário do Estado do Rio de Janeiro, supervisor da Corregedoria-Geral de Justiça do XXX CECON e presidente da Comissão de Gestão Ambiental (CGA). Seu novo mandato como Corregedor-Geral será exercido entre 23 de junho de 2016 e 22 de junho de 2018.